Skip to content

Sete de Setembro

O desfile pretende homenagear a Pátria e seus integrantes no dia de sua independência e desenvolver o sentimento de patriotismo entre os cidadãos, além de estreitar os laços de camaradagem entre as Forças Armadas, Forças Auxiliares, instituições representativas da sociedade e de diversas entidades civis e militares.
Participam do evento tropas da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, Polícia Rodoviária Federal, Guarda Municipal, Ex-Combatentes da Força Expedicionária Brasileira (FEB),Grupamento Escolar, Entidades Civis , Clubes de Serviços, (Fundação Osório, Associação Beneficente Rio Criança Cidadã (ABRCC) , Lions Clube, Maçonaria, Rotary Clube, ADESG, LBV, Cruz Vermelha, União dos Escoteiros do Brasil e Colégio Marechal Lott, alunos das escolas da rede pública e alunos dos Projetos Sociais das comunidades atendidas pelas UPPs.

Independência do Brasil foi o processo que culminou com a emancipação política do território brasileiro do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves (1815-1822), no início do século XIX, e a instituição do Império do Brasil (1822-1889), no mesmo ano. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, em que ocorreu o chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a historiografia clássica do país, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente do Brasil, então D. Pedro de Alcântara de Bragança (futuro imperador Dom Pedro I do Brasil), terá bradado perante a sua comitiva: “Independência ou Morte!”. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores em nossos dias.



(21) 98877-9998

[email protected]